sábado, 13 de agosto de 2016

Nossa Senhora das Lágrimas

As aparições
Foi no Instituto das Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado, fundado por Dom Francisco de Campos Barreto, Bispo de Campinas, que viveu a Irmã Amália de Jesus Flagelado, agraciada com o fenômeno dos sagrados estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo e com inúmeras aparições marianas. Esta religiosa fez parte das oito primeiras irmãs e foi cofundadora do Instituto, tendo feito os seus votos perpétuos no dia 8 de Dezembro de 1931.

Em 1929, Na década de 1930, na cidade de Campinas-SP, Brasil, a Mãe de Deus e Nosso Senhor Jesus Cristo apareceram muitas vezes à bendita Irmã Amália Aguirre, comunicando muitas mensagens de ORAÇÃO, SACRIFÍCIO e PENITÊNCIA. Nossa Senhora apresentou-se como Nossa Senhora das Lágrimas e ensinou-lhe o TERÇO DAS LÁGRIMAS e no dia 8 de abril revelou à Irmã Amália uma nova medalha, a MEDALHA DAS Suas LÁGRIMAS e pediu-lhe que a difundisse pelo mundo inteiro, pois através dela seriam realizadas grande conversões e muitas almas seriam salvas.


Por ordem da Mãe de Deus, a Medalha traz na frente a Senhora das Lágrimas entregando o terço das Lágrimas à Irmã Amália, exatamente como aconteceu na aparição de 8 de março de 1930, com as palavras ao redor: “Ó Virgem Dolorosíssima, as Vossas Lágrimas derrubaram o império infernal!” E no verso, a Medalha traz a imagem de Jesus Manietado (amarrado durante a Paixão) com as seguintes palavras: “Por Vossa Mansidão Divina, ó Jesus Manietado, salvai o mundo do erro que o ameaça!”.
Embora Irmã Amália, no ano de 1930, tenha conseguido divulgar a Medalha e o Terço das Lágrimas em alguns países, essa Obra de Salvação da Mãe de Deus é ainda muito desconhecida. 


fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Santu%C3%A1rio_de_Nossa_Senhora_das_L%C3%A1grimas~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DAS LÁGRIMAS


No Brasil, temos alguns relatos de aparições da Santíssima Virgem que receberam autorização explícita do Bispo Local para a divulgação, o chamado "imprimatur". Um desses casos aconteceu em Campinas-SP, a partir do ano de 1930. O imprimatur foi concedido pelo Bispo D. Francisco de Campos Barreto.



Foi no Instituto das Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado, fundado pelo próprio Dom Francisco de Campos Barreto, Bispo de Campinas, que viveu a Irmã Amália de Jesus Flagelado, agraciada com o fenômeno dos sagrados estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Ela fez parte das oito primeiras irmãs e foi co-fundadora do Instituto, fazendo seus votos perpétuos em 8 de dezembro de 1931.

Em 1929, a esposa de um parente da Madre Fundadora da congregação adoeceu gravemente, e vários médicos declararam não haver mais possibilidade de cura. Com lágrimas nos olhos, o marido lamentou: “O que será das minhas crianças pequenas”?
Neste momento, Irmã Amália sentiu uma forte moção que a chamava para junto do Sacrário. Foi então para a capela, ajoelhou-se com os braços estendidos e orou a Nosso Senhor: “Se existir alguma possibilidade de salvar à esposa de T., eu estou pronta para oferecer minha vida pela mãe de família. O que o Senhor quer que eu faça”?

Escutou em seguida a voz de Nosso Senhor, que dizia: "Se deseja obter esta graça, peça-a a Mim pelos merecimentos das Lágrimas de Minha Mãe”.

Irmã Amália perguntou: “Como devo eu rezar?” Então Jesus ensinou-lhe as seguintes orações:

"Meu Jesus, ouvi os nossos rogos pelas Lágrimas de Vossa Mãe Santíssima. Vede, ó Jesus, que são as Lágrimas d'Aquela que mais Vos amou na terra, e que mais Vos ama nos céus."

Nosso Senhor lhe disse ainda:
“Minha filha, o que os homens Me pedem pelas lágrimas de Minha Mãe, Eu amorosamente concedo. Mais tarde, Minha Mãe entregará este tesouro para o nosso querido Instituto, como um sinal de Sua Misericórdia.”


ROSÁRIO DAS LÁGRIMAS

No dia 8 de março de 1930, Irmã Amália teve uma aparição da Santíssima Virgem, que se mostrou com uma túnica violeta, um manto azul e um véu branco que cobria Seu peito e ombros. Segurava em Suas Mãos um branco rosário brilhante, que lhe entregou dizendo:

“Este é o rosário de Minhas lágrimas, que foi prometido pelo Meu Filho ao nosso querido Instituto como uma parte de seu legado. Ele também já lhe deu as orações. Meu Filho quer Me honrar especialmente com essas invocações e, além disso, Ele concederá todos os favores que forem pedidos pelos merecimentos de Minhas lágrimas. Este rosário alcançará a conversão de muitos pecadores, especialmente dos possuídos pelo demônio”.

“Uma especial graça está reservada para o Instituto de Jesus Crucificado, principalmente a conversão de vários membros de uma parte dissidente da Igreja. Por meio deste rosário o demônio será derrotado e o poder do inferno destruído. Arme-se para a grande batalha."

O Rosário das Lágrimas, ensinado pela Santíssima Virgem à Irmã Amália, tem 49 pequenas contas brancas divididas em sete partes. É semelhante ao Rosário das Sete Dores de Maria e tem, no lugar da Cruz, a medalha de Nossa Senhora das Lágrimas. É rezado da seguinte forma:


Oração Inicial: "Eis-nos aos Vossos pés, ó dulcíssimo Jesus Crucificado, para Vos oferecer as Lágrimas d'Aquela que, com tanto amor, Vos acompanhou no caminho doloroso do calvário. Fazei, ó bom Mestre, que nós saibamos aproveitar a lição que elas nos dão para que, realizando a Vossa Santíssima Vontade na terra, possamos um dia, nos céus, Vos louvar por toda a eternidade. Amém”.

Nas contas maiores: "Vede, ó Jesus, que são as lágrimas d'Aquela que mais Vos amou na terra. E que mais Vos ama nos céus”.

Nas contas menores: "Meu Jesus, ouvi os nossos rogos. Pelas lágrimas de Vossa Mãe Santíssima”.

No final da Coroa: "Vede, ó Jesus, que são as lágrimas d'Aquela que mais Vos amou na terra... E que mais Vos ama nos céus”. (três vezes)

Oração Final: Virgem Santíssima e Mãe das Dores, nós Vos pedimos que junteis os Vossos pedidos aos nossos, a fim de que Jesus, Vosso divino Filho, a quem nos dirigimos, em nome das Vossas Lágrimas de Mãe, ouça as nossas preces e nos conceda, com as graças que desejamos, a coroa eterna. Amém.


MENSAGENS

Dentre as outras mensagens recebidas por Irmã Amália, a Santíssima Virgem revelou a ela:

“Missionária que Me vês, já entendeste o significado das cores que uso quando Me apresento a ti? Quando estiveres diante de uma imagem minha, relembra o que agora vou te explicar”.

“Por que uso um manto azul? Para que te lembres do céu, quando estiveres exausta pelos trabalhos e carregada com a cruz das tribulações. O meu manto te lembre de que o céu te dará felicidade indizível e alegria eterna e isto deve dar coragem à tua alma e paz a teu coração, para continuar a luta até o fim”!

“Desejar o céu, amada minha, é uma doce consolação, pois a alma foi criada para gozar desta felicidade, e deve lembrar-se dela e desejá-la. Deus criou o céu para seus filhos e porque não hão de pensar nele? Mas o que é este céu? Este céu é Deus mesmo, portanto desejá-lo é desejar a Deus”.

“Desejando dar-te coragem, apresentei-Me a ti revestida de azul. Assim, quando Me contemplares, lembra-te do céu que encontrarás depois deste peregrinar”.

“Não sejas egoísta, quando trouxeres alguma pessoa aos pés de minha imagem, conta-lhe o que te contei, para que todos tenham a mesma consolação. Ao Me fitarem conta-lhes que Eu sou Mãe de todos os homens, dos mais pobrezinhos e até dos criminosos. Todos têm direito de Me chamar de Mãe, porque por todos os homens Jesus expirou na cruz”.


“Alma missionária, não te esqueças do significado do manto azul de tua Mãe lacrimosa. Aprende e transmite a todos os homens de boa vontade”.

”Missionária, vou explicar-te porque Me apresentei com o véu branco, envolvendo-Me o peito e cobrindo-Me a cabeça. Branco significa pureza e, sendo Eu a branca flor da Santíssima Trindade, não podia deixar de Me apresentar sem esta alvura”.



“A pureza transforma o homem em anjo e esta virtude é tão querida de Deus. Jesus chamou aos puros de bem-aventurados. Por ser pura Deus Me escolheu como Mãe de Jesus, por ser puro escolheu José como Pai adotivo, João por ser puro reclinou sua cabeça no peito sagrado de Jesus”!

“A Santíssima Trindade quis assim Me apresentar a este Instituto, revestida com o véu da pureza, virtude e qualidade de Deus, porque Nele tudo é puro”.

“Apresentei-Me não somente com a cabeça coberta de branco, mas, também o peito. Isto porque aí reside o coração, do qual nascem as paixões desordenadas! Portanto, teu coração deve estar sempre envolvido desta brancura celeste, que te dará a felicidade de ser morada da Santíssima Trindade”.

“Grava bem na tua alma estas lições, porque elas te servirão de luz e força para poder subir o Calvário e chegar à porta da Jerusalém celeste nos meus braços de Mãe”.

“Filha, vou falar-te sobre o terço que trazia nas minhas mãos. Chamei-o de Coroa das Lágrimas. Quando aos meus pés vieres, vendo em minhas mãos esta coroa, lembra-te que ela significa misericórdia, amor e dor”!

“Eu sou a Mãe da divina misericórdia! Choro diante do meu Filho os pecados de todos os homens e sempre estou intercedendo diante do trono do Altíssimo pelos pobres pecadores. Quando um pecador for rebelde não querendo te ouvir, vem aos meus pés e pede pelas minhas lágrimas benditas. Se ele for alma de boa vontade, alcançarás de Deus a graça desta alma não se perder”.

“A minha coroa das Lágrimas também deve lembrar-te o meu grande amor pelos pecadores. Sendo Mãe de todos os homens e vendo muitos se perderem, chorei por aqueles que, endurecidos, correm o risco de se precipitarem no inferno”.



“Por que lhe dei este nome de coroa? Porque minhas lágrimas foram coroadas por meu Divino Filho; elas são benditas e muitas gerações as exaltarão pelos benefícios recebidos por seu intermédio. Meu Filho coroou-as com tantos privilégios! Jesus deu estas pérolas preciosas a este Instituto para que elas façam parte de seu patrimônio”.

“A coroa de minhas abençoadas lágrimas significa que tua Mãe te ama. Usa de todos os seus privilégios, desde que recorras com confiança e amor”.

“Alma querida, aproveita destas lições e medita no significado de Nossa Senhora das Lágrimas. Eu com todo o amor digo: sou a Mãe das missionárias”!

“Vou explicar-te o motivo porque aqui Me apresentei com os meus olhos abaixados. Pintores inspirados Me gravaram nas telas, volvendo os meus olhares para o alto, quando desejaram cantar as glórias de minha Imaculada Conceição”.

“O que significará, porém, os meus olhares inclinados para baixo nesta aparição, em que vos entreguei minhas lágrimas benditas? Significam a minha compaixão sobre a humanidade, pois Eu desci do céu para trazer um alívio a seus males. Os meus olhos sempre estarão voltados para suas penas e aflições, toda vez que pedirem ao meu Filho pelas Lágrimas que derramei. E aos pés de minha imagem, veem que os fito com olhares de compaixão e de carinho”.

“Por isso os meus olhos inclinados, quando entreguei a minha Coroa, são os faróis para todos os meus filhos que quiserem honrar-me em minhas Lágrimas. Onde se rezar a Coroa de minhas Lágrimas, estarão os meus olhos, para lhes mostrar amor e afeição”.

“Onde se recitar com amor estas jaculatórias de minha Coroa, ali estarei como Mãe solícita, a lhes apontar os erros, convidar à virtude e a indicar o Coração de meu Filho amado. Onde for introduzida e reinar esta imagem, os meus olhares cobrirão a todos de grandes graças, dando-lhes já nesta vida experimentar minha proteção consoladora”.

“Vê, como na aparição, em que ofereci o meu tesouro, tudo tem significado. A inclinação de meus olhos representa bem a minha compaixão pelos filhos da terra, que sempre convido a buscar minhas Lágrimas, porque elas vos preparam para receber muitas graças”.
“Os meus olhos inclinados são um convite constante aos meus filhos, a suavíssima melodia que convida os pecadores e os converte para o Coração de Jesus Crucificado. Aí tens a explicação: nesta aparição inclinei meus olhos sobre a humanidade, pois desejo que ela se converta e se salva atraída pelos meus olhares. Sou Mãe complacente, doce e cheia de misericórdia”.

NOSSO SENHOR ACRESCENTOU
“Quando Maria desceu do Céu e veio até vós, trazia em seus lábios um doce sorriso, pela imensa alegria de poder presentear os homens com tão precioso tesouro”!

“O sorriso é sempre o transbordamento de alegria e paz, por isso, Maria quis trazê-lo em seus lábios para mostrar o que tantas almas experimentarão ao rezar essas súplicas tão comoventes. Eis porque a sua imagem deve trazer um doce sorriso, que será o bálsamo às chagas da pobre humanidade. Entrego-te no dia de hoje este sorriso bendito de nossa Mãe Lacrimosa”.

“Mãe Lacrimosa com sorriso? Sim, lacrimosa porque um dia chorou de dor e de amor, mas que, feliz, entrega como fruto destas duas causas sublimes, o seu sorriso”!

“Recebei, portanto, o sorriso de Maria como patrimônio da amada geração! O sorriso de Maria, que é mais doce que o mel, constituirá mais uma rede, que apanhará as almas que desejarem a santidade. Ele fascinará milhares e milhares de almas”!

“Recebei, filhas, os sorrisos de Maria! Que eles sejam uma realidade em vossos lábios, para que, à imitação de Maria, possais mostrar aos homens que vos sentis felizes em poder trabalhar por amor. As almas ficarão seduzidas, porque o sorriso de Maria a todos seduz”!

“Que este presente de imenso valor seja aproveitado e que o sorriso de nossa Mãe Lacrimosa não seja esquecido pela nossa geração”.



Em outra ocasião, Nosso Senhor lhe disse:
“Filha, vou hoje falar-te das Lágrimas de minha Mãe. Durante vinte séculos elas ficaram guardadas no meu Divino Coração para agora as entregar! Com esta entrega Eu te constituo apóstola de Nossa Senhora das Lágrimas e sei que estás pronta a dar a vida pela difusão de tão santa devoção”!

“Ser missionária das Lágrimas de minha Mãe é dar-Me imensas consolações! Dei valor infinito a essas Lágrimas e, com elas, os que se propuserem propagá-las terão a felicidade de roubar pecadores do maligno, cujo ódio há de colocar muitos obstáculos para que elas não sejam conhecidas”.

“O mundo tem necessidade de misericórdia! E para recebê-la não há dádiva mais preciosa do que as Lágrimas de minha Mãe! Se as lágrimas de uma mãe comovem o coração de um filho rebelde, como não se há de comover o Meu Coração, que tanto ama esta Mãe”?

“Este tesouro magnífico, guardado vinte séculos, está em tuas mãos para com ele salvar muitas almas das garras infernais! Quando as almas generosas dizem: “Meu Jesus, pelas Lágrimas de vossa Mãe Santíssima”, o Meu Coração se abre e faz jorrar sobre aquelas almas as torrentes de minha misericórdia”!

“Todos os que se propuserem propagar as Lágrimas de Minha Mãe, no Céu receberão uma alegria toda especial e louvarão as horas que passaram a divulgá-las”.

“Todos os sacerdotes que difundirem o poder das Lágrimas de Maria, terão seus trabalhos produzindo frutos de vida eterna e grandes coisas farão por Meu Amor”.

“A difusão desta riqueza das Lágrimas de minha Mãe é de muita importância para o Meu Coração porque vai Me dar milhões e milhões de almas”!

“Teu Jesus Crucificado, que em tuas mãos depositou tão sagrado e poderoso tesouro, do qual deves ser apóstola incansável e ser capaz de dar a vida por ele”.

“Felizes os que difundirem as Lágrimas de Maria”!

No dia 04 de Abril de 1931, a Santíssima Virgem disse à Irmã Amália:

“Almas queridas, como Deus é bom! Ele jamais desampara aqueles que por seu amor se sacrificam. Vede a vossa Mãe Dolorosa sustentada pelo apóstolo amado, depois da Paixão, na minha soledade. Que dedicação a de João para comigo! Ele fez tudo para confortar-Me em minha imensa dor”!

“Dizia-Me: Maria, não chores, vê que agora eu sou teu filho, lembra-te das palavras de Jesus: “Mulher, eis aí teu filho”, “filho eis aí tua Mãe”. Agora eu sou teu, tu és minha! Hei de fazer o teu Filho conhecido. Sabes, Mãe, quando na noite da ceia, coloquei minha cabeça no peito de Jesus, que horizontes se desvendaram! Que maravilha quando este Coração for verdadeiramente conhecido”!

“Fala-Me, João, do Coração de meu Filho, quando reclinaste a cabeça no seu peito. Como todas as mães, gosto de ouvir falar bem de meu Filho”!

“Mãe querida, não tenho palavras para descrever-te o Coração de Jesus! Tu, melhor do que eu, conheces os Seus segredos”!

“Sim, João, na verdade Eu conheço tudo. Porém nesta hora de dor, prefiro que fales deste Coração querido”!

“Quando, como apóstolo e filho agradecido, pressenti que um dos nossos O ia trair, percebi que o Mestre estava com o Coração dilacerado pela ingratidão. Sem demora abracei-O com tanto amor. Como Ele foi amável; não me afastou, ao contrário, deu-me ocasião de encostar minha cabeça em Seu peito! Sabes o que aconteceu? Jesus abriu-me Seu Coração e vi como será Seu reinado! Que prodígios, Mãe querida! Quantas almas conquistadas! Que belo reinado, Mãe querida, quando este Coração for bem conhecido no seu infinito amor”!

“Fala, meu filho, o que vistes mais”?

“Vi o Coração de teu adorado Filho, com Sua mansidão divina, arrebatar o mundo das garras infernais, quando parecer aos homens que tudo está perdido! Eu O vi a espalhar chamas sobre os corações de boa vontade e a difundir neles o amor generoso que aceita sacrifícios para salvar muitas almas para o céu”.

“Vi mais: vi aproveitado o Seu sangue derramado na Paixão. Jesus não sofreu em vão, vi milhões e milhões de corações a receberem este sangue divino e a se purificarem com ele! Mais ainda, Mãe querida, vi que este Coração vai ser nosso alimento e o de todas as almas até o fim dos séculos. Não ficamos órfãos, Jesus ficou conosco! Pude ver como Ele vai ser o nosso sustento com a Sua própria carne, alma e divindade. Eu, Mãe querida, posso te dar Jesus. Tu poderás receber o Corpo Santíssimo de Jesus, vivo, porque Jesus nos deu estes poderes na última ceia! Como és feliz, Maria, vais receber de novo o Amado de tua alma, tão realmente como quando o vias com teus olhos! Agora não chores mais, não estás sozinha, podes alegrar-te”!

“Fala-Me mais, meu filho, fala-Me da bondade de Jesus. Dize-Me, o que descobriste a este respeito”?

“Mãe querida, como? Que língua poderá falar da bondade e misericórdia do Coração de teu Filho amado”?

“Ó, não há língua humana que possa contar o quanto o Coração de Jesus é bom! Mas ao menos fala-Me o quanto tu podes”.

“Mãe querida, vi milhões e milhões de almas fascinadas pela doçura e bondade de Seu amável Coração; e, nesta escola de mansidão, vi milhões de virgens se prepararem para espalhar seu reinado sobre a face da terra, isto para os últimos tempos”!

“Vi a misericórdia deste Coração sempre a perdoar! Vi tantos pecadores perdoados, tantos aflitos consolados, tantos infelizes confortados! Vi tantas almas generosas a aproveitar da doçura deste Coração e, depois, transmiti-la para consolar os desprotegidos, os órfãos, as viúvas. Enfim, Mãe amável, vi a face da terra renovada. O temor não reinará mais sobre a terra! Os tremendos castigos não mais visitarão os filhos de Adão, porque o teu amado Filho, novo Adão, trouxe à terra a misericórdia! E Tu, Mãe querida, serás a distribuidora desta mesma misericórdia que reinará de hoje em diante”.

“Vê, Mãe bendita, como somos felizes por Jesus ter morrido na Cruz”!

“Filhas amadas, eis o que João Me falou; tudo isto Eu já o sabia, pois quem mais do que Eu conhecia o Coração de meu Filho? Foi para mostrar-vos minha grande dor que tudo isso vos contei. Vede como o bom Deus Me deixou sofrer tanto, porém Ele que não desampara ninguém deu-Me João, como anjo consolador”.



“Agora, almas queridas, não quereis vós ser para mim o que João foi? Também hoje gosto que Me falem da bondade e misericórdia de meu Filho e que dela falem a todos! Primeiramente comigo, como fez João e, então, Eu vos ensinarei como Ele é amável e cheio de misericórdia! Eu tenho necessidade de vós para que faleis de Jesus e O façais conhecido. Se vos sentirdes sem coragem, vinde a Mim e vos introduzirei no Seu amorosíssimo Coração”.

“Pela imensa dor em Minha solidão, Eu vos peço: difundi a bondade de Jesus aos vossos irmãos. Sede meus anjos aqui na terra como João o foi, dando aos homens o Coração de meu Filho”.

“Vos abençoa, na Sua soledade, Maria, Mãe das Lágrimas”.

Nosso Senhor e a Virgem Santíssima deixaram ainda outras mensagens à Irmã Amália, que posteriormente foram editadas.

APROVAÇÃO DOS BISPOS
O Bispo Dom Francisco de Campos Barreto assegurou que não somente no Brasil, mas também em outros países, inumeráveis conversões ocorreram por meio do uso da medalha de Nossa Senhora das Lágrimas, a qual foi revelada à Irmã Amália em aparição no dia 8 de abril de 1930.

O imprimatur à devoção foi concedido por Dom Francisco de Campos Barreto em oito de Março de 1932. A devoção recebeu posteriormente o imprimatur de Dom Michel Gallager (Detroit, vinte e dois de Março de 1935), Dom Stephanus Episcupus (Januri, treze de Julho de 1935) e Dom P. Augustinus (Battenhause, vinte e dois de Fevereiro de 1996).

A profundidade desta devoção não deixa dúvidas do mar de graças que ela pode propiciar, à medida que ela for conhecida e divulgada!


Fonte: Site Reino da Virgem.


ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS LÁGRIMAS (1)
Meu Jesus, ouvi os nossos rogos pelas Lágrimas de Vossa Mãe Santíssima.
Vede, ó Jesus, que são as Lágrimas d'Aquela que mais Vos amou na terra, e que mais Vos ama nos céus.
Que Assim Seja.

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS LÁGRIMAS (2)
Eis-nos aos Vossos pés, ó dulcíssimo Jesus Crucificado, para Vos oferecer as Lágrimas d'Aquela que, com tanto amor, Vos acompanhou no caminho doloroso do calvário. Fazei, ó bom Mestre, que nós saibamos aproveitar a lição que elas nos dão para que, realizando a Vossa Santíssima Vontade na terra, possamos um dia, nos céus, Vos louvar por toda a eternidade.
Que Assim Seja.

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS LÁGRIMAS (3)
Oh! Mãe de Jesus e Mãe nossa cheia de piedade, quantas lágrimas derramaste no curso de tua vida.

Vós que sois Mãe, compreendes perfeitamente a angústia de meu Coração que ainda se sente indigno de tua misericórdia, me impele a recorrer a teu Coração de Mãe com confiança de Filho.

Vosso Coração sempre rico em misericórdia nos foi aberto como uma nova fonte de graças nestes tempos de tantas misérias.

Do profundo de minha baixeza elevo a ti minha voz.

Oh! Mãe bondosa, a ti recorro, Mãe cheia de piedade, e imploro o bálsamo consolador de tuas lágrimas e de tuas graças sobre meu Coração acabrunhado pela dor.

Vosso pranto materno me dá a esperança de que me hás de escutar benignamente.

Oh! Coração de Maria, obtende-me de Jesus aquela fortaleza com que suportaste as grandes penas de vossa vida a fim de que cumpra sempre, com resignação cristã e ainda que em meio a dor, a vontade divina.

Obtende-me, Oh! doce Mãe, que cresça minha esperança, e se é conforme a vontade divina, obtende-me também, por tuas lágrimas imaculadas, a graça que com tanta fé e viva esperança te peço agora….

Oh! Virgem das Lágrimas, vida, doçura e esperança minha, em ti ponho hoje e para sempre toda minha confiança.

Coração Imaculado e dolorido de Maria, tem compaixão de mim.
Que Assim Seja.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Medalha das Lágrimas 

A Medalha

Disponível no Santuário das Aparições de Jacareí-Brasil


Na década de 1930, na cidade de Campinas-SP, Brasil, a Mãe de Deus e Nosso Senhor Jesus Cristo apareceram muitas vezes à bendita Irmã Amália Aguirre, comunicando muitas mensagens de ORAÇÃO, SACRIFÍCIO e PENITÊNCIA. Nossa Senhora apresentou-se como Nossa Senhora das Lágrimas e ensinou-lhe o TERÇO DAS LÁGRIMAS e no dia 8 de abril revelou à Irmã Amália uma nova medalha, a MEDALHA DAS Suas LÁGRIMAS e pediu-lhe que a difundisse pelo mundo inteiro, pois através dela seriam realizadas grande conversões e muitas almas seriam salvas. 

Por ordem da Mãe de Deus, a Medalha traz na frente a Senhora das Lágrimas entregando o terço das Lágrimas à Irmã Amália, exatamente como aconteceu na aparição de 8 de março de 1930, com as palavras ao redor: “Ó Virgem Dolorosíssima, as Vossas Lágrimas derrubaram o império infernal!” E no verso, a Medalha traz a imagem de Jesus Manietado (amarrado durante a Paixão) com as seguintes palavras: “Por Vossa Mansidão Divina, ó Jesus Manietado, salvai o


mundo do erro que o ameaça!”.


Infelizmente a Irmã Amália foi muito combatida pelo clero da região, e embora no ano de 1930 ela tenha conseguido divulgar a Medalha e o Terço das Lágrimas em alguns países, essa Obra de Salvação da Mãe de Deus é ainda muito desconhecida. Mas, passados mais de 70 anos de injusto silêncio e esquecimento, nas Aparições de Jacareí-SP, Brasil, Nossa Senhora ordenou ao Vidente Marcos Tadeu Teixeira que cunhasse a Medalha das Lágrimas, exatamente como Ela havia revelado à irmã Amália e a difundisse ao mundo inteiro. A partir de então, Nossa Senhora pode retomar sua obra de Salvação, e esta medalha é amplamente divulgada juntamente com o terço das Lágrimas de Sangue.

No dia 16 de setembro de 2009, Maria Santíssima, por meio de seu Vidente Eleito, Marcos Tadeu, fez maravilhosas promessas nas Aparições de Jacareí para todos aqueles que usarem a Medalha das Lágrimas com fé e amor. Eis esta santa Mensagem com as Promessas:

"-Meu filho, diz a todos os Meus filhos que a MEDALHA que Eu revelei à Minha filhinha AMÁLIA AGUIRRE foi uma das maiores graças que Eu dei ao mundo em todos os tempos. Esta Medalha, sinal do amor infinito do Meu Imaculado Coração pelo mundo inteiro, está para ser usada por todos os Meus filhos como sinal de sua consagração a Mim e como escudo poderoso contra todos os ataques do Meu inimigo. Esta Medalha, que evoca o poder das Minhas Lágrimas Maternais e o poder da mansidão divina do Meu Filho Jesus em Sua Paixão Redentora, será um sinal potentíssimo de graça que diminuirá o poder de Satanás em todos aqueles que a usarem e em todos os lugares onde ela estiver.

EU PROMETO SOLENEMENTE A TODOS OS QUE USAREM A MINHA MEDALHA DAS LÁGRIMAS QUE:

1º Serão defendidos por Mim em todos os perigos da vida.
2º Não serão dominados pelas forças infernais durante toda a sua vida.
3º Serão protegidos por Mim de todos os ataques do demônio como: acidentes causados por influência satânica, violências, malefícios, pragas em suas lavouras.
4º Serão cobertos por Meu manto em todas as necessidades e fortificados com a virtude de Minhas Lágrimas em todos os momentos de suas vidas.
5º Suas famílias serão protegidas das maldades de Satanás e serão repletas da Minha Paz.
6º Não cairão na miséria espiritual e nem na material e se estiverem nelas, delas sairão em pouco tempo.
7º Sairão do Purgatório no mesmo dia em que morrerem.
8º Encontrarão na virtude das Minhas Lágrimas e na divina mansidão do Meu filho Jesus a sabedoria e a luz divina nos momentos difíceis de suas vidas.
9º Terão a defesa do Meu Imaculado Coração contra todas as tentações que levam ao pecado.
10 º Receberão indulgências plenárias e parciais, sobretudo no dia 8 de março (Festa da Aparição de Nossa Senhora das Lágrimas à vidente Amália), no dia 08 de abril (dia da Revelação da Medalha das Lágrimas à vidente Amália Aguirre) e no sábado santo de cada ano (solenemente de Nossa Senhora) e durante toda a sua vida e na hora da morte.
11º Terão a Minha predileção especial durante a vida e Minha defesa no dia do julgamento final.
12º terão durante toda a sua vida uma especial proteção dos Anjos e dos Santos que mais amaram as Minhas Dores e Lágrimas Maternas e a Minha eterna intercessão junto a Deus em favor deles por toda a sua vida.
13º Por meio desta Medalha atrairei toda a sorte de bênçãos de Deus sobre os que a usarem.
Vai, Meu filho Marcos, Meu apóstolo e arauto das MINHAS LÁGRIMAS, vai e propaga a todos as glórias e o poder das MINHAS LÁGRIMAS, do TERÇO DAS MINHAS LÁGRIMAS e da MINHA MEDALHA para que o quanto antes Eu possa chegar aos corações dos Meus filhos todos, possa reinar neles e triunfar no mundo inteiro.
Pela Virtude desta Santa Medalha das Lágrimas o Meu Coração Imaculado Triunfará! A paz!”

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA POR MEIO DE SUA SANTA MEDALHA DAS LÁGRIMAS COMPOSTA PELO VIDENTE MARCOS TADEU DE JACAREI

“Ó Senhora das Lágrimas, eu creio firmemente nas Vossas Aparições à Irmã Amália Aguirre em Campinas, São Paulo, Brasil, e por meio da Vossa Medalha, da Medalha das Vossas Lágrimas Benditas, eu me consagro agora, totalmente ao Vosso Coração Imaculado.
Consagro-me a Vós com todos os meus bens interiores e exteriores, com tudo o que sou e tenho, para que tudo a Vós pertença e sirva para os Vossos Planos de Salvação da humanidade. Prometo-vos rezar o Santo Rosário todos os dias, rezar a Coroa das Vossas Lágrimas diariamente, rezar a Vossa Santa Hora das Lágrimas todos os sábados, usar a Vossa Medalha sobre o meu coração todos os dias da minha existência e levar todas as pessoas que eu puder a conhecerem as mensagens que destes à Irmã Amália Aguirre, a Coroa das Lágrimas, para que o mundo se converta e tenha a paz.


Peço-vos, ó Senhora das Lágrimas, por meio da Vossa Medalha, da Medalha das Vossas Lágrimas, que me livreis de todas as obsessões diabólicas, de todas as possessões demoníacas, das pragas, das maldições e de todos os acidentes. Livrai-me também, Senhora, do pecado mortal, que me pode afastar de Deus, me separar do Senhor e de Vós e lançar minha alma no inferno, fazendo-me perder o Céu para sempre. Livrai-me também, minha Mãe Bendita, de toda a prostração, desanimo, depressão e falta de esperança, e dai-me sempre mais por meio de Vossa Medalha Santíssima as Graças Eficazes do Vosso Coração Imaculado e das Vossas Lágrimas Benditas.
Ó Mãe Admirável, cobri-me com o Vosso Manto Estrelado de Amor, para que assim eu possa todos os dias, caminhar pela estrada da conversão e da santidade, e depois de servir-vos fielmente nesta vida, possa ir louvar-vos no Céu com a Irmã Amália e todos os apóstolos de Vossas Lágrimas Benditas por toda a eternidade. Assim Seja. Amém!"

(12.10.2011) Mensagem de Nossa Senhora comunicada nas Aparições de Jacareí - SP, Brasil, por meio do Vidente Marcos Tadeu:

(...) “Usai a Minha Medalha das Lágrimas que eu revelei à Minha Filhinha Amália Aguirre justamente aqui, nesta Terra de Santa Cruz, o Brasil, para ser um dom para o mundo inteiro, mas também especialmente para vós Meus Filhos. Eu, a partir de hoje concedo a todos os Meus filhos que usarem esta minha medalha a INDULGÊNCIA PLENÁRIA TODOS OS SÁBADOS, todas as semanas, ou seja, a remissão completa das culpas para que todos os Meus Filhos que usarem a Minha Medalha com amor e devoção sobre o pescoço. Esta Indulgência que vós lucrareis todos os sábado é mais um dom do Meu Amor que Eu alcancei da Santíssima Trindade pelo grande Amor que Nós temos a este Santuário, ao Um Filho Marcos, e a cada um de vós que Me escutais agora em particular.”

(13.06.2006) Mensagem da Irmã Amália Aguirre comunicada nas Aparições de Jacareí - SP, Brasil, por meio do Vidente Marcos Tadeu:

“Eu Sou Amália Aguirre, a vidente Mensageira da Senhora das Lágrimas. Marcos, você foi eleito pela Mãe de Deus para continuar a divulgar as Mensagens que a Senhora das Lágrimas me comunicou. O que Eu não pude fazer, pois fui muito obstaculizada, você deverá fazer agora. Os homens obstaculizaram-me de todas as maneiras, e eu, embora quisesse muito, não pude tornar as Mensagens conhecidas. Você deverá agora fazer a devoção à Senhora das Lágrimas ser conhecida por todos, e para isso, você deve mandar fazer a imagem da Senhora das Lágrimas, tal como Me aparecia, e também a Medalha da Senhora das Lágrimas com Jesus Manietado, e divulgar tudo junto com as Mensagens. A imagem da Senhora das Lágrimas deve ser colocada aqui na Capela, para que seja venerada por todos. Marcos, se você divulgar as Mensagens da Senhora das Lágrimas com a Medalha e a Imagem, grandes graças de conversão acontecerão! Em frente! Eleito, adiante! Eu estarei sempre com você! Sempre! A paz!”

A medalha de Nossa Senhora das Lágrimas realizou numerosas conversões não só no Brasil. Houve mais notícias ainda de intervenções singulares e até curas milagrosas, graças à recitação do terço de Nossa Senhora das Lágrimas. A razão encontra-se na promessa do próprio Salvador, que não recusa nenhum pedido que lhe seja feito pelas Lágrimas de Sua Mãe Santíssima.

Também na Alemanha, Bélgica e Holanda muitas graças foram concedidas às pessoas que rezaram durante nove dias seguidos o terço de Nossa Senhora das Lágrimas, receberam os Sacramentos e fizeram obras de caridade. Para muitos religiosos e religiosas a recitação deste terço se tronou para eles um hábito muito querido e a ele devem muitas graças, mesmo extraordinárias. Pedem pela conversão dos pecadores, dos hereges e descrentes, pelos sacerdotes e missionários, pelos moribundos, e para libertar as almas do purgatório.


fonte:http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2013/05/a-santa-medalha-das-lagrimas.html
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Nossa Senhora das Lágrimas de Siracusa

Na década de 50, mensagem sem palavras, mas muito eloqüente, da Mãe de Deus
Umberto Braccesi 

Palermo - Estamos no dia 23 de março do ano de 1953. Em Siracusa, encantadora cidade portuária ao sul da Sicília, num bairro conhecido pelas suas nefastas preferências pelo Partido Comunista, dois jovens esposos - Angelo Iannuso e Antonina Giusto - estabelecem sua moradia na rua chamada degli Orti. A princípio, tudo parece correr feliz em sua vida conjugal. Mas a lua-de-mel passou depressa e algo de muito grave vem abalar a quietude daquele novo lar. Com efeito, a senhora Antonina passa a manifestar distúrbios de natureza neurológica, os quais, aliás, iriam complicar também sua gravidez, no seu sexto mês, bem como a vida do nascituro.

Os sintomas apresentados pela paciente eram crises convulsivas, perda da palavra, da capacidade visual e também da consciência. Um quadro patológico peculiar, que iria levantar muitas suspeitas e tornar ainda mais surpreendente e maravilhoso o que viria a ocorrer naquele 29 de agosto de 1953… De fato, nesse dia, após o marido ter saído para trabalhar no campo, a senhora Antonina deitara-se ao final de mais uma de suas crises. Eram 8h30 da manhã. De repente, os seus olhos foram atingidos por uma luz fulgurante e voltaram-se para o quadro de gesso de Nossa Senhora, representando o Coração Imaculado de Maria, que lhe haviam dado como presente de casamento e que estava pendurado na parede, à cabeceira da cama. Dos olhos da imagem estavam brotando duas grossas lágrimas, que foram seguidas de duas outras e de muitas outras mais.

Lágrimas analisadas, comprovadas, ...
Relicário que abriga as milagrosas lágrimas 
De início, a jovem gestante imaginou estar tendo alguma alucinação, decorrente de seu estado de enfermidade. Porém, ao constatar que as lágrimas escorriam com intensidade e freqüência cada vez maiores, não tendo forças para levantar-se, chamou aos gritos os seus familiares:“Venham…Venham ver o quadro de Nossa Senhora que chora!”. Então, os parentes acudiram, puderam ver a imagem em prantos e, diante daquele pungente fenômeno, puseram-se também eles a chorar…

Com a velocidade do relâmpago, a notícia correu por toda a rua degli Orti e alastrou-se através de todo o bairro de fama tristemente esquerdista, fazendo confluir uma multidão de curiosos e de fiéis que se apinhavam para constatar, com os próprios olhos, aquele extraordinário acontecimento. Mas não ficou apenas nisso: para a felicidade e comoção de todos, estando a lacrimação num fluxo ininterrupto, eles puderam embeber seus lenços e flocos de algodão para conservar as primeira relíquias daquela pungente cena.

Devido ao enorme afluxo de gente, o quadro do Imaculado Coração de Maria foi instalado na sacada da janela que dava para a rua. Ali, enquanto as faces da imagem continuavam sendo regadas por aquele precioso líquido, havia um ambiente sereno mas filial: ninguém gritava freneticamente anunciando o milagre, ninguém se agitava, ninguém se desencadeava em tempestades emotivas… Analisando esse equilibrado comportamento social, o Professor Giuseppe Marino, neuro-psiquiatra de fama internacional e especialista em patologias nervosas, especialmente nas que se referem ao campo místico-religioso, declarou: “As ‘alucinações’ eram vistas concretizar-se numa realidade palpável, representada pela fluente cascata de pérolas que, como ficou demonstrado depois nos diversos laboratórios de análises clínicas, eram lágrimas nas quais notou-se a presença de água distilada, cloreto de sódio e partículas infinitesimais de substância protéica” – elementos que constituem uma lágrima humana.

... que repercutem em todo o mundo...



O quadro do Imaculado Coração de Maria, cujas faces foram regadas pelas lágrimas 
O prodigioso pranto prolongou-se, com intervalos irregulares, durante quatro dias. E, assim, puderam-se contar aos milhares as testemunhas provenientes de todas as categorias sociais e de várias nacionalidades, porque a imprensa local alardeara logo o ocorrido, atraindo imediatamente a atenção da imprensa italiana e, como um rastilho de pólvora, à estrangeira. Ao mesmo tempo, cine-amadores de todo o mundo filmaram impressionantes seqüências da lacrimação, as quais hoje estão reunidas numa colossal coletânea realizada pelo Pe. Sbriglio, do PIME, aos cuidados técnicos da SONY.

Entrementes, o Arcebispo local, Mons. Ettore Baranzini, julgou melhor proibir momentaneamente os seus sacerdotes, religiosos e freiras de se aproximarem do local do prodígio. Ademais, pediu orientações para dois peritos na matéria - o Cardeal Shuster e o Pe. Gemelli - além de incumbir pessoas de sua inteira confiança de reunirem todos os elementos (inclusive algumas testemunhas sob juramento) para a redação de um relatório fidedigno a ser enviado para o competente Tribunal Eclesiástico. Também devia fazer parte desse dossiê o parecer de uma conspícua comissão médica constituída de 14 membros, incluindo-se até o Dr. Michele Cassola, conhecido por seu agnosticismo religioso. O veredicto da mesma havia sido de que se tratava, efetivamente, de “lágrimas humanas”.

... e operaram maravilhas

Naqueles dias, Don Giuseppe Tomaselli, um sacerdote salesiano de Catânia, cidade próxima de Siracusa, depois de ter dado pouca importância ao fato noticiado pelos jornais, mudou de idéia e resolveu ir pessoalmente ao local onde ocorriam aqueles portentos. A imagem miraculosa já havia sido instalada na praça vizinha à rua degli Orti, para poder abarcar a multidão de peregrinos que vinham pedir - e quantos obtinham! - as curas da alma e do corpo. O sacerdote acompanhou e presenciou tais e tantas graças ali concedidas, que resolveu escrever sobre esses fatos um livro bem detalhado ao qual deu o título História de Nossa Senhora das Lágrimas, que passou a ser uma das melhores obras de consulta sobre esse prodígio mariano.


fonte:http://catolicismo.com.br/materia/materia.cfm?idmat=858DF0B9-F5AC-85DB-ABD0DB1B5BA6A481&mes=Agosto2000
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Nossa Senhora das Lágrimas de Siracusa


NS lagrimas siracusaEm Siracusa, Sicília, nos dias 29, 30 e 31 de agosto e 1º de setembro de 1953, uma imagenzinha de Nossa Senhora derramou abundantes lágrimas, fenômeno que pôde ser observado por muitas pessoas, por autoridades eclesiásticas e civis.
Vejamos como contam o fato:
Antonina Iannuzo, depois de rezar diante de sua imagem de Nossa Senhora, percebeu em seus olhos abundantes lágrimas. Pensou em princípio ser ilusão, mas logo depois parentes e o próprio marido puderam verificar o fato.
A pequenina imagem chorava a ponto de as lágrimas correrem pela face. Espalhou-se logo a notícia: da cidade, da Sicília, da Itália toda, e depois de toda a Europa começam a acorrer devotos e curiosos. Quintuplicaram os trens para Siracusa, e as passagens de avião eram reservadas com semanas de antecedência. Apesar do calor tórrido, a multidão era imensa. Veículos de todos os tipos e de todas as cores, ao longo das estradas, seguiam para lá.
Os doentes era colocados numa praça de 100 m2 à vista da “Madonina” exposta em um nicho aos olhos da multidão.
Durante dezoito horas por dia padres e religiosos se revezavam tocando objetos na imagem. Na própria casa dos Iannuzo formou-se logo o “Comitê da Virgem que chora” para exame dos miraculados. Em princípio os interrogatórios eram exigentes e severos; depois os médicos cansaram. Trezentos casos extraordinários puderam ser examinados desde o início pelas autoridades civis e eclesiásticas.
O arcebispo de Siracusa, dom Baranzini, acompanhado de todas as autoridades eclesiásticas da Província, celebrou a santa missa em plena rua.
Os químicos Leopoldo La Rosa e Francisco Cotzia analisara, 1 cm3 das lágrimas e concluíram: “O líquido revela a mesma composição e a mesma densidade das lágrimas humanas”.
Entre os casos tidos como milagrosos, conta-se o de Núnzio Vinci, operário de 49 anos, que sofria de uma artrite deformante e voltou para casa completamente curado. Foi o primeiro favorecido por Nossa Senhora.
A “Madonina” das lágrimas recebeu milhares de cartas e telegramas de súplicas e de agradecimento por graças recebidas.
Destinaram 3 milhões de liras para a construção de uma capela na praça de Siracusa onde se encontra a imagem.
Na edição semanal do L`Osservatore Romano de 21 de dezembro de 1953 lê-se a seguinte notícia: os bispos da Sicília, reunidos ontem para a costumada Conferência em Magheria (Palermo), ouviram amplo relato de dom Heitor Baranzini, arcebispo de Siracusa, relativo às lágrimas da imagem do Coração Imaculado de Maria repetidas viárias vezes nos dias 29, 30 e 31 de agosto e 1º de setembro deste ano (1953), em Siracusa (Via degli Orti, 11), e, ponderados atentamente os relativos testemunhos nos documentos originais, concluíram de modo unânime que não se pode duvidar da realidade da lacrimação.
E fazem votos de que tal manifestação da Mãe Celestial excite todos a salutar penitência e a maior devoção ao Coração Imaculado de Maria, augurando que se apresse a construção de um santuário que perpetue a memória do prodígio.

fonte:http://www.a12.com/santuario-nacional/formacao/detalhes/nossa-senhora-das-lagrimas-de-siracusa

Nenhum comentário:

Postar um comentário